domingo, 4 de novembro de 2018

II Encontro de Coordenadores e catequistas de Eucaristia e Crisma

II Encontro de coordenadores e catequistas de Eucaristia e Crisma da Região Sul da Diocese de Tocantinópolis em Araguaína Paróquia Sagrado Coração de Jesus.
Para: Escuta do Sínodo da Amazônia, Avaliação das atividades em 2018 e Planejamento catequético para 2019.
A formação foi promovida pelo GT dos Subsídios Catequéticos da Diocese e o bispo diocesano Dom Giovane. 
A Região Sul da Diocese compõe de 17 paróquias que marcaram presença com 145 catequistas. 
Aos coordenadores e catequistas de Eucaristia e Crisma PARABÉNS PELA LINDA VOCAÇÃO!
Abraço fraterno do catequista Josivaldo - articulador da Pastoral Catequética.
(Comissão de Animação Bíblico Catequética do Regional Norte 3 da CNBB)



NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK




segunda-feira, 29 de outubro de 2018

II Encontro de coordenadores e catequistas de Eucaristia e Crisma


II ENCONTRO de coordenadores de catequese e catequistas de
Eucaristia e Crisma da Região Norte da Diocese de Tocantinópolis no Santuário Santa Rita de Cássia em Augustinópolis-TO dia 20 de outubro.

PARA:
  • Escuta em vista do Sínodo da Amazônia,
  • Avaliação das atividades em 2018 e
  • Planejamento catequético para 2019


“Por uma catequese iniciática que leve o catequizando à experiência da fé, adesão a Jesus Cristo e ao discipulado e reconhecer na inspiração catecumenal uma exigência atual capaz de formar discípulos conscientes, atuantes e missionários” (Bispo Dom Giovane)


Organização: GT dos Subsídios Catequéticos da Diocese
sob a coordenação de Padre Rúsio, assessor da catequese na Diocese.

Catequistas, sejam todos muito bem vindos!

domingo, 21 de outubro de 2018

Desafio do Amor para casais


DESAFIO DO AMOR!

                                    Uma conversa individual, para os dois.
A cada dia mais, casais de todas as idades procuram pessoas qualificadas que podem ajudar seja psicologicamente ou espiritualmente em seus relacionamentos afetivos. Pessoas que os ajudam a compreender o sentido da vida e a relação humana como um psicólogo ou teólogo. Isso é muito bom.

Muitos casais estão passando por crises insustentáveis ou baixa estima no relacionamento.
Os motivos são muitos, tanto do lado do homem quanto da mulher.

A gente sempre quer que o outro melhore ou mude, mas eu,... Eu raramente admito minhas falhas. Assim estão muitos casais hoje.
A partir dessa problemática que afeta muitos casais hoje em dia, elaborei junto com minha esposa uma motivação para refletirem a vivência do casal e ajudar a superar as dificuldades e apimentar a relação dos dois.

Que tal?
Aceita o desafio de responder as perguntas que poderão lhe tirar da zona de uma suposta crise amorosa e insustentável ou baixa estima no relacionamento?

Você pode fazer o desafio e ainda pedir que seu companheiro o faça.
Essa é uma forma legal de ajudar os casais. Se achou interessante, faça desafio!

O DESAFIO DO AMOR

A vida a dois não é nada fácil. Ninguém casa pra ser infeliz.
O grande projeto da vida à dois é a felicidade. 
Não foi essa a promessa que fizemos um para o outro naquele dia especial que nos fez decidir por um compromisso maior?

Como está o nosso relacionamento?
Você realmente tem feito sua parte ou só tem reclamado dos erros, da ausência ou do descompromisso do outro? 

Segundo IÇAMI TIBA, ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO FAMILIAR 
"Quem ama, cuida"
Para Lígia Guerra, PSICANALISTA
"Um bom relacionamento gera um amor sustentável e duradouro entre os dois"
São Francisco de Assis, diz: "É dando que se recebe"
“Começou errado quem casou-se para ser feliz deveria ser para fazer o outro feliz" diz o psicólogo Padre Linoel. 
“Amar é uma escolha que fazemos para conquistar a felicidade” (os autores)

Para ajudar a cumprir a missão de fazer o outro feliz e conquistar a sua felicidade, lhe proponho este desafio.
Objetivo: sair da zona insustentável de uma suposta crise ou enfraquecimento dos propósitos amorosos para não relaxar no zelo pelo relacionamento do casal. 

Texto organizado por Josivaldo Aquino e esposa Maria Luzia
com orientação e recomendação das psicólogas Gezza Ferreira e Raizângela Melo.
                                             
Responda: SIM, NÃO ou ÀS VEZES
1. Dou carinho quando estou perto dele(a)? 
R: 
2. Saímos juntos para nos divertir de vez em quando? 
R: 
3. Viajamos juntos, seja para passear ou visitar um amigo ou parente?
R: 
4. Conversamos na cama ou no sofá sobre nosso relacionamento?
R: 
5. Eu dou presente de vez em quando?
R: 
6. Eu gosto de dançar com ele(a)?
R: 
7. Assistimos filme juntos?
R: 
8. Fazemos amor mais de duas vezes por semana?
R: 
9. Nos abraçamos e nos beijamos quando ele(a) chega do trabalho ou de viagem?
R: 
10. Ligo para ele(a) quando está longe?
R: 
11. Ajudo ele(a) nas atividades dele(a) de vez em quando? 
R: 
12. Pergunto se ele(a) está bem quando percebo pensativo(a)?
R: 
13. Fazemos boas leituras juntos? 
R: 
14. Elogio ele(a) quando uma roupa lhe cai bem?
R: 
15. A minha fé, da forma que faço e vivo, tem me ajudado a superar os desafios da vida a dois? 
R: 
16. Combinamos as despesas da casa juntos? 
R: 
17. Visitamos amigos e familiares para fortalecer vínculos? 
R: 
18. Constranjo ele(a) quando estamos com outras pessoas?
R:
19. Escutamos boas músicas?
R: 
20. Celebramos juntos as conquistas e vitórias da família? 
R: 
21. Praticamos esportes, fazemos caminhada, vamos à shows?
R:
22. Nosso cantinho do amor está sempre convidativo para amar?
R: 
23. Aquilo que admiro e me encanta nele(a) me desperta interesse em amar mais?
R: 
24. Numa escala de 3 à 8 que nota eu dou para meu jeito de amar ele(a)?
R:
Não esqueça, Jesus os ama e quer que sejam felizes!
Não desistam do grande projeto de vida que no início visualizaram!


DOWNLOAD Desafio do Amor

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

II Encontro de coordenadores e catequistas de Eucaristia e Crisma


II ENCONTRO de coordenadores de catequese e catequistas de
Eucaristia e Crisma da Região Norte da Diocese de Tocantinópolis no Santuário Santa Rita de Cássia em Augustinópolis-TO dia 20 de outubro.

PARA:
  • Escuta em vista do Sínodo da Amazônia,
  • Avaliação das atividades em 2018 e
  • Planejamento catequético para 2019

“Por uma catequese iniciática que leve o catequizando à experiência da fé, adesão a Jesus Cristo e ao discipulado e reconhecer na inspiração catecumenal uma exigência atual capaz de formar discípulos conscientes, atuantes e missionários” (Bispo Dom Giovane)


Organização: GT dos Subsídios Catequéticos da Diocese
sob a coordenação de Padre Rúsio, assessor da catequese na Diocese.

Catequistas, sejam todos muito bem vindos!

domingo, 30 de setembro de 2018

Setembro mês da Bíblia



Setembro mês da Bíblia

“Tua Palavra é lâmpada para os meus pés e luz para o meu caminho!” (Salmo 119,105)

Segundo o site blog.cancaonova.com.br, “a Bíblia é o livro mais vendido, distribuído e impresso em toda a história da humanidade” e segundo o site verbodivino.com.br, “a Bíblia é hoje o único livro que está traduzido em praticamente todas as línguas do mundo e que está em quase todas as casas. Serve de “alimento espiritual” para a Igreja e para as pessoas e ajuda o povo de Deus na sua caminhada em busca de construir um mundo melhor.”
Percebe-se que mesmo em tempos de “perseguição do patrimônio moral Judaico cristão nos dias atuais”, (site Padre Paulo Ricardo, 2013) as Sagradas Escrituras ainda são os textos mais lidos pelos povos, até mesmo pelos não cristãos que bebem de sua mensagem que alimenta a auto estima. (2)

“O mês de setembro, para nós católicos do Brasil é o mês dedicado à Bíblia, isso desde 1971. Mas desde 1947, se comemora o Dia da Bíblia no último domingo de setembro. O mês de setembro foi escolhido como mês da Bíblia porque no dia 30 de setembro é dia de São Jerônimo (ele nasceu em 340 e faleceu em 420 dC). (3)
São Jerônimo foi um grande biblista e foi ele quem traduziu a Bíblia dos originais (hebraico e grego) para o latim, que naquela época era a língua falada no mundo e usada na liturgia da Igreja. Hoje a Bíblia é o único livro que está traduzido em praticamente todas as línguas do mundo e está em quase todas as casas, talvez nem fazemos ideia,
A Bíblia – Palavra de Deus – é o fruto da comunicação entre Deus que se revela e a pessoa que acolhe e responde à revelação. Por isso a Bíblia é formada por histórias de um povo, o Povo de Deus, que teve o dom de interpretar sua realidade à luz da presença de Deus e compreender que a vida é um projeto de amor que parte de Deus e volta para Ele.” (4)
                    
Celebrado no segundo domingo de dezembro, o Dia da Bíblia foi criado em 1549, na Grã-Bretanha pelo Bispo Cranmer, que incluiu a data no livro de orações do Rei Eduardo VI. O Dia da Bíblia é um dia especial, e foi criado para que a população intercedesse em favor da leitura da Bíblia. No Brasil a data começou a ser celebrada em 1850, quando chegaram da Europa e EUA os primeiros missionários cristãos evangélicos. Porém, a primeira manifestação pública aconteceu quando foi fundada a Sociedade Bíblica do Brasil, em 1948, no Monumento do Ipiranga, em São Paulo (SP). (5)

SALMO 121 (120)

Deus é o guarda do seu povo (6)

Ergo os olhos para os montes: de onde virá o meu socorro?
O meu socorro vem de Javéque fez o céu e a terra.
Ele não deixará que o seu  tropece, o seu guarda jamais dormirá!
Javé guarda você sob a sua sombra, ele está à sua direita.
De dia o sol não ferirá vocênem a lua de noite.
Javé guarda você de todo o mal, ele guarda a sua vida.
Javé guarda suas entradas e saídas, desde agora e para sempre.



Referencias
1.    Salmo 119,105
2.    https://padrepauloricardo.org/episodios/alianca-politica-entre-catolicos-e-evangelicos
4.    https://blog.cancaonova.com/cuiaba/mes-da-biblia
6.    http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral

domingo, 9 de setembro de 2018

Ministério dos Padrinhos e madrinhas


Ministério dos Padrinhos e madrinhas
PAIS SEGUNDO DEUS

Perfil do padrinho e madrinha (Código Canônico, 872, 873, 874)

a) Seja maior de 16 anos, católico, confirmado, tenha recebido a Eucaristia e leve vida coerente com a fé, não tendo sido atingido por nenhuma pena canônica; 
b) não seja pai ou mãe do crismando; 
c) se casado, seja no civil e religioso;
d) não seja amasiado;
e) Seja cristão comprometido na sociedade; 
f) acompanhe o crismando na sua caminhada de fé. 
__________
"Os padrinhos são muito mais que uma posição social; são pais segundo Deus, pois no Batismo "morre o homem velho e nasce o homem novo" . E como verdadeiros pais, têm o grave dever de transformar seus filhos e afiliados em soldados de Cristo, educando-os na escola de santidade dos grandes santos da igreja" PAPA PIO XII

II Encontro de Coordenadores e catequistas de Eucaristia e Crisma

II Encontro de coordenadores e catequistas de Eucaristia e Crisma da Região Sul da Diocese de Tocantinópolis em Araguaína Paróquia Sagrado C...